O que é Pectus?

Pectus é conhecido como o conjunto de deformidades da parede torácica anterior. A prevalência dessa alteração na população é de aproximadamente 1 a 3 casos por 100 crianças. Geralmente essas deformidades são escondidas pelos seus portadores, o que a torna menos conhecida.

Acredita-se que o pectus seja originado de distúrbios do crescimento dos ossos e cartilagens da parede anterior do tórax, sendo assim, tem tendência natural de progressão durante a fase de crescimento dos pacientes.

Essa deformidades pode ser dívida basicamente em duas formas: carinatum, quando se manifesta em forma de profusão na região esternal; ou excavatum, quando a apresenta uma depressão na região esternal.

É comum a presença de pectus concomitante a outras deformidades torácicas como escolioses ou cifose. Também é comum a presença histórico familiar positivo para  pectus ou outras deformidade torácicas.

Isoladamente é raro que essas deformidades cursem com alterações orgânicas ( cardiorrespiratórias), o que pode ocorrer nos casos de pectus excavatum acentuados. Mais frequentemente alterações psíquicas são encontradas. Os portadores normalmente apresentam dificuldades no convívio social, evitando situações em que a deformidade possa ser percebida, o que pode se exacerbar durante a adolescência, geralmente despertando interesse pelo tratamento médico visando a correção da deformidade.

Bibliografia

HAJE, S. A. Deformidades pectus: novos conceitos e abordagem ortopédica em crianças e adolescentes: 1a parte. Rev. Bras. Ortop., Rio de Janeiro, v. 30, n. 1/2, p. 75-79, jan./fev. 1995a.

Deformidades pectus: novos conceitos e abordagem orto- pédica em crianças e adolescentes: 2a parte. Rev. Bras. Ortop., Rio de Janeiro, v. 30, n. 3, p. 143-149, mar. 1995b.